Equipes procuram no litoral de SC padre que voava com balões de festa

As buscas ao padre Adelir Antônio de Carli, 42, que desapareceu na noite do último domingo (20) no litoral de Santa Catarina enquanto tentava bater um recorde ao voar preso a balões de festa cheios de gás hélio.

Carli partiu de Paranaguá (96 km de Curitiba) às 13h de domingo. Seu destino era Ponta Grossa (113 km de Curitiba), a 180 km do local da decolagem.

Os ventos e o mau tempo teriam desviado Carli de seu percurso, levando-o à costa catarinense. Ontem (21), fragmentos de balões foram encontrados na região do município da Penha.

Suspenso por cerca de mil balões, Carli queria ficar 20 horas no ar. Segundo a equipe de apoio do padre, o recorde pertence a dois norte-americanos que ficaram 19 horas no ar.

Além do recorde, o padre dizia ainda que iria divulgar a Pastoral Rodoviária, de apoio a caminhoneiros.

Por celular via satélite, o padre entrou em contato com os bombeiros de Guaratuba (PR) e disse que precisava que alguém o ensinasse a operar o aparelho de GPS (sistema de posicionamento global) que portava. Disse ainda que a bateria do seu telefone estava acabando.

Para o bombeiro Johnny Coelho, há 70% de chances de o padre estar vivo. ‘Temos informação de que ele tem curso de mergulho, alpinismo, sobrevivência em selva e salvamento aquático.

———————————————————

Ok, primeiro, é triste o padre ter se perdido com os balões, mas as buscam continuam.

Segundo, o cara tem curso de mergulho, alpinismo, sobrevivência em selva e salvamento aquático, e NÃO SABE USAR O GPS?

Terceiro, CELULAR DESCARREGANDO??

Quarto, COMO PORRA SE DIVULGA UMA PASTORAL PENDURADO EM BALÕES?

Só posso concluir…

AND

Imagens e trechos da reportagem retirados do FHBD.ORG