Spoiler Offline – Marley & Eu


Morri de rir vendo isso.

Alguém sacana resolveu estragar a surpresa do filme (que eu não vi porque odeio Auto-ajuda) Marley & Eu.

Se a moda pega…

Tradução: O totó subiu no telhado

De acordo com um certo internauta do site onde eu catei isso, seria ótimo ver algo do tipo acontecendo aqui no Brasil, porque significaria que os pixadores pararam pra ler um livro, ou no mínimo, assistir ao filme.
E não é que é?
Até a próxima

Carregando comentários...


9 comentários antigos



  1. cottonboy  

    Euconsidero esse tipo de literatura rasa, mediocre e mal acabada de auto-ajuda :p

    e se a propria chamada do filme diz que vc aprendera “importantes licoes” e o livro/filme trata de uma maturacao do personagem principal observando seu cachorro.

    isso pra mim é… alto ajuda, ainda que esteja na prateleira de literatura estrangeira. Alias, o fato de ser uma autobiografia só faz reforcar essa ideia em mim.

    Se voces nao perceberam que isso eh auto ajuda das mais fajutas deveriam parar de ler abas de livros e livros da moda e ir ler algum livro de verdade.

    Passar bem.


  2. anaih  

    q auto ajuda? onde o filme ou o livro é auto-ajuda???
    cara tu precisa se informar melhor!!!
    e outra! se o livro é sobre a historia da vida de um cao, é obvio q no final ele vai morrer!!!
    só um retardado nao sabe disso!!!


  3. cottonboy Autor do post 

    Só porque uma coisa eh chamada de literatura estrangeira nao quer dizer que ela o seja… se voce chamar um pato de cachorro, continuara sendo um pato.

    Esse livro (que eu ja li, diga-se de passagem) é uma auto ajuda cretina e deslavada fantasiada de literatura.

    E se voce acha que todo filme de cachorro eles morrem no final entao nunca viu sessao da tarde, náo é?


  4. anaih  

    o santa inteligencia, se vc sabe ler, vc leu q eu falei q o MARLEY morre no final pois se trata da historia da vida dele! outra, TODO livro q conta uma historia tem um fundo de moral e nao de AUTO-AJUDA, gostaria q vc me especificasse onde está a AUTO-AJUDA neste livro. onde ele te auxilia em parar de beber, de se drogar, arrumar um emprego, amigos ou algo do tipo?!?
    acho q vc tá bebendo demais! eu nem falei de sessao da tarde!
    saber ler nao significa saber compreender!

    entao garoto-algodao? dá pra me explicar onde está a auto-ajuda na historia toda?


  5. cottonboy  

    NOoooooosssa viajou longe agora hahahaha.

    Falar da vida de uma pessoa, animal, papagaio, nao quer dizer necessariamente ela vai acabar de ser contada quando o pessoa, cachorro, papagaio morre. Tenha santa paciencia digo eu. Voce nunca asssitiu Benji, Bethoveen, Fluke??? Todas historias sobre vidas de cachorros que nao acabam em morte.

    Se o livro se chamasse memorias postumas de marley ai eu te daria toda a razao.

    Anyway, hollywood (agora falando especificamente de filmes) adora esse tipo de filme que deixa as pessoas pra cima, que saem do cinema parecendo que estiveram numa catarse (eu ouvi alguem na plateia gritando “À procura da felicidade”?), quando na verdade viram apenas um filme (existe ate um termo apra esse tipo de filme, mas nao lembro agora). Esse Marley e eu é mais um desses filmes.

    Esse livro euma especie de auto-ajuda daquelas quase imperceptiveis que usa a vida do autor para fazer um paralelo com a amziade canina.

    O problema eh que todo mundo que tem ou ja teve cachorro vai se identificar com o filme e todo aquele bla bla bla…

    No mais, voce continue achando que o livro te acrescenta alguma coisa e eu continuo achando que eh bestseller pra pegar trouxa.

    Um filme de cachorros que se encaixaria no que vc diz eu diria que é Caninos Brancos e veja que sao coisas parecidas, porem diferentes.

    Por fim, veja o que o proprio autor do livro diz em uma entrevista a revista epoca:

    ÉPOCA – Qual foi sua intenção inicial ao escrever Marley & Eu. O que você acha de as pessoas verem uma espécie de auto-ajuda em seu livro?

    Grogan – Quando eu escrevi Marley & Eu, vi o livro como uma pequena história sobre a minha vida e o louco e devotado cachorro que ajudou a mudá-la. Era uma história que estava brotando dentro de mim e que eu precisava colocar para fora. Eu nunca sonhei que tantas pessoas em todo o mundo seriam tocadas por ela. Realmente, a mensagem principal de compromisso, lealdade, aceitação daqueles que amamos, com seus defeitos e tudo mais, teve ressonância em muitas, muitas pessoas.

    Pt saudacoes.


  6. fucker 24h  

    hahahahahahahaha….
    tu é doente rapaz!
    se nao gosta de bicho cai fora!
    pra q gasta dinheiro lendo livro e indo no cinema pra depois ficar falando mal aki!

    nao tem mulher é foda!!!
    ainda com esse nome!
    kakakakaka


  7. cottonboy  

    hahahaha pior eh teu poder de sintese onde eu falo sobre o livro e tu definiu q eu nao gosto de animais… genial

    meu cachorro ia adorar essa afirmacao.

    nao, meu querido. Eu adoro animais (masi do que pessoas alias)

    prova disso eh que estou dando atencao a uma anta como voce.

    Passar bem.