Nos tempos atuais é até uma ofensa se ouvir que alguém foi impedido de realizar qualquer ato simplesmente por causa da cor de sua pele ou de sua raça, no entanto ainda é uma realidade que muitos brasileiros convivem diariamente. A sociedade aprendeu a classificar os cidadãos baseados na cor de sua pele o que é absolutamente inaceitável, uma vez que todo o mundo sofreu uma mudança só que a principal mudança não ocorreu que foi a mudança de pensamento!
É inaceitável termos que viver com a criação de uma lei específica para o preconceito já que temos uma Carta Constitucional tão clara onde diz que todos são iguais! É inaceitável ter que ver alguém não ser escolhido para desempenhar qualquer função só porque ele tem uma tonalidade de pele diferente, não concordam?

E para piorar temos um governo que cria medidas que acham que vão amenizar o preconceito, mas muito pelo contrário acabam fazendo com quê ele cresça e consuma ainda mais a mente das pessoas, pois como é que um sistema de cotas vai favorecer o fim do preconceito ou qualquer outro problema do país? Não há como, pois a partir do momento que criamos facilidades para determinadas pessoas baseados na cor da pele, estamos fazendo preconceito! Sim, estamos sendo preconceituosos, pois estamos afirmando que aquelas pessoas são menos capazes do que as outras que possuem certa tonalidade de pele. Só que o preconceito não acaba por aí, ele também se manifesta quando a opção sexual de alguém não é aquela que a sociedade elegeu como o comportamento padrão que todos devem seguir.
Agora me respondam: Se temos liberdade de expressão, qual a razão de olhar diferente para outras pessoas por usarem essa liberdade? Não é hipocrisia da nossa parte agir assim? Bem, eu acho que é e isso não vai mudar com medidas governamentais. A possibilidade disso mudar é partir de um processo de melhoria da cultura da população, um processo de aprendizado! Assim, poderemos chegar a aprender um pouco mais sobre o quê significa igualdade!

Para quem quiser ler um pouco mais eis o número da Lei do Preconceito: 7.716/89