Quando eu comecei a me etender por gente, o Zacarias tinha acabado de morrer (lá por 1990), porém me lembro de sempre assistir os Trapalhões no domingo.

Infelizmente hoje, Didi e Dedé se tornaram os Romários do Humor. Já deviam ter parado, mas continuam.

Meu personagem preferido era o Aparício. Ele era um cara que sempre se dava mal na vida e recebia conselhos de uma voz (o Zacarias) quanto a suas atitudes.

Infelizmente só há um vídeo do Aparício no youtube, mas dá pra ter uma idéia de como era.

São tantos vídeos legais que não teria nem espaço aqui no UNINUNI pra postar todos… então escolhi um em especial.

A música do “Pastoreio do velho Faceta” (Nota: A palavra “pastorar”, no interior do nordeste, é usada quando os pais ficam de olho no que suas filhas estão fazendo, seja criança ou adolecente, para que elas não “saiam da linha”. “Pastorar” vem de Pastor) é um dos trechos mais engraçados dos Trapalhões que eu me lembre.

(Nota 2: Quando Didi diz que “o Marlon Brando amanteigou a Maria Schneider”, se refere ao filme “O último tango em Paris – 1972”, onde há uma cena de sexo anal, entre o Marlon e a Maria, onde foi usada uma  barra de manteiga.)

Bons tempos…

Até a próxima.