O Ébrio


Houve, certa vez, no Rio de Janeiro (quando esta aidna era capital do Brasil) um cantor que com um Lá Sustenido fez quebrar mais de cem taças de vidro.

Este era Vicente Celestino que foi um dos grandes cantores que o nosso querido país já teve.

Aliás, ele é um dos cantores de maior carreira entre os tupiniquins, gravou quase 200 discos, foi ator, compositor, sapateiro, vendedor de peixe, jornaleiro, enfim… eram outros tempos.

Fato é que ele tem como músicas mais conhecidas “Patativa”, “à luz do luar”, porém, acho que seu sucesso maior, é uma música trágica e sofrida cantada por um bêbado.

“O ébrio”(a quem interessar possa, ébrio é o mesmo que bêbado) é uma canção triste de um ser infeliz que chora as amarguras da vida. Foi feito até um filme dirigido pela esposa de Vicente Celestino, Gilda Abreu.

E venhamos e convenhamos. Chega a doer o coração:

“A gente quer saber por que você bebe.”

não sei porquê, mas me identifiquei com a bebedeira.

até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *