Não costumo fazer isto, mas vou basicamente “copiar e colar” aqui o texto do blog Contraditoruim.

————————————

Não vou falar mal do Projeto do Azeredo para o Senado anunciar aqui e pagar R$48.000 POR MÊS.

Eu não estou louco. Um banner como este aqui:

bannersenado

Vale R$48.000,00 por MÊS. Todo homem tem seu preço e R$48K no banco me deixariam muito feliz.

De onde veio isso? é o preço que o site www.paraiba.com.br cobrou, ou melhor, RECEBEU do Senado Federal, para expor o banner em sua homepage durante um ano. O contrato atual foi assinado 15/5/2008, mas não é o primeiro. Em 12/4/2007 assinaram um nos mesmos termos, mas custando apenas R$40.000,00 POR MÊS. Pelo visto os custos de manter sites online aumentaram bastante. Pena que não comunicaram ao Bluehost ou ao MediaTemple, onde tenho um servidor dedicado virtual de alta performance por US$500,00 por ano.

Vejam vocês mesmos:

Duvida? Photoshop? Os links estão aqui, para o primeiro contrato e o contrato atual.

Porem, em uma tentativa vã de apagar o passado no melhor estilo Orwelliano, alguém alterou o contrato removendo o termo “MENSAL” dos contratos. Mas o Cache do Google mantém os dados da página antiga.

Curioso é que o tal site é irrelevante. Segundo o Alexa ocupa uma posição de 208.667 no ranking. Se for comparar com outro site qualquer -o uninuni, por exemplo- que ocupa a posição 184.776 entre os sites mais vistos na Internet Mundial, a situação que já cheira mal passa a feder descaradamente. Vejam a diferença:


Notem que nem me dei ao trabalho de comparar com sites de verdade como o UOL, Folha, MeioBit, Estadão. Basta um reles blog para mostrar o quanto essa negociação cheira mal.

Definitivamente este país é uma VERGONHA.

O Blog de Aluguel deu uma pesquisada e descobriu que a empresa responsável pelo domínio paraiba.com.br também é responsável por:

domínio: correspondentejuridico.com.br
domínio: eduardomedeiros.com.br
domínio: efraimmorais.com.br
domínio: efraimorais.com.br

domínio: eradigital.com.br
domínio: falcoesdaserra.com.br
domínio: paraiba.com.br
domínio: ronaldocunhalima.com.br
domínio: william.com.br

Tirem suas próprias conclusões.

Via Contraditorium (com adaptações uninunescas)

——————————

Só para complementar.

Se você não sabe quem é Efraim Moraes, ele é filiado aos Democratas (Ex-PFL… que é Ex- Arena, partido que era único na dtadura militar, não que isso tenha importância) e senador pelo estado da Paraíba (dã) e é o atual 1º secretário do Senad. Sugeriu, em 2005, uma Emenda à Constituição sobre a publicidade das instituições públicas,

que limita a publicidade oficial ligada à personalidades públicas. O mais irônico é que, na justificativa do projeto, está escrito o que segue:

“Não deixa de ser revoltante a utilização de escassos recursos públicos em tal finalidade, em um país com tantas carências. A cada ano, aumenta o volume financeiro aplicado em ações de propaganda para divulgar as ações tomadas por diversas administrações, supostamente em favor da sociedade. Por certo, maior benefício social seria auferido se tais somas fossem diretamente aplicadas em serviços públicos essenciais como justiça, segurança, saúde e educação. Pior do que isso, todavia, é ver, como demonstram os escândalos recentes, que os contratos de publicidade são instrumentos utilizados para transferir benesses indevidas aos protegidos dos poderosos de plantão, para acobertar as transações – as mais escusas – entre agentes públicos e privados, drenando recursos públicos escassos que poderiam ter uso mais nobre.”

Foi desmascarado pelos internautas e pelo Google.

Viva a inclusão digital.

Até a próxima.