Eu estou passando um tempo de gaiatão aqui na casa do Pluck e do Badger assistindo filmes e lendo revistas em quadrinhos e todos os outros tipos de nerdisse que vocês podem imaginar e enquanto estava lá fora fumando um cigarrinho comecei a pensar nas maravilhas que a internet nos possibilita e depois fiquei viajando nas coisas que tiveram um impacto direto na minha vida.  E claro, vim fazer uma listinha.

Primeira de tudo, PORN

Yep, nos meus idos tempos de garoto vocês não tinham idéia da dificuldade que era conseguir algo pornô, primeiro que tinha que comprar na banca, o que tornava as coisas impossíveis para mim, primeiro por que eu era quebrado, o pouco dinheiro que eu tinha era investido ferozmente no lanche durante o recreio e em incontáveis cds de playstation, segundo por que ia ser uma tarefa hercúlea convencer a porra do dono da banca que aquele gorduchinho de 12 anos tinha na verdade 18 e estava legalmente apto para comprar a tão sonhada putaria. O que nos sobrava era o contrabando inter-colegal, um aluno mais velho comprava o porn e revendia para os mais novos com preços exorbitantes, e nós revendiamos para os mais novos ainda tentando minimizar o prejuízo.

Na pior das hipoteses nós tentavamos convencer nossos pais que iriamos ficar acordados até mais tarde jogando videogames e com sorte assistir um episódio de Emanuele na band.

porn

Mas tudo isso acabou quando a internet chegou em nossas vidas, mesmo com a famigerada conexão discada com alguns cliques e palavras digitadas o mundo pornográfico se abria como as pernas de uma atriz pornô. Obviamente ainda precisavamos despistar os pais para poder ficar sozinhos com as recém descobertas beldades virtuais, mas isso era o de menos.

Segunda coisa: Conhecer pessoas no conforto do lar

Ahhh o mircão, que saudades do mircão, ele abriu tantas portas para nerds ao redor do mundo.

Veja bem, eu não me considero uma pessoa antipática, mas quando se tem 14, 15 e 16 anos seus círculo social se limita a pessoas da sua escola, ou seja por algum infortunio do destino você pode estar em uma escola só para homens, ou pior uma escola de crentes, e como porra você vai conhecer pessoas diferentes se não abordando elas na rua ou shoppings da vida?

Na internet é claro, nunca vou me esquecer a primeira vez que eu entrei no mirc e tinha um monte de gente no canal e eu inocentemente perguntei para minha tia: “Tia todos esses nomezinhos ai são pessoas?”

Para minha surpresa, era verdade,  fiquei automaticamente deslumbrado com aquilo imagina mais de 500 pessoas no mesmo lugar dispostas a teoricamente conversar com você, era como ser o dono de uma festa gigante, com a clara diferença de que não tinha bebida e você obviamente nunca iria comer ninguem, pelo menos não por ali.

Alguns dias se aventurando no incrivel mundo dos bate papos online eu já era expert no assunto, frequentava várias salas  ao mesmo tempo e me dava ao luxo de conversar com até SEIS MULHERES simultaneamente de forma descontraida e , na minha opinião, inteligente. Acabou que papo vai papo vem conheci algumas pessoas que conhecia virtualmente no mundo real, e cheguei até a namorar com uma menina da minha cidade que conheci no mircão. Até hoje mesmo com a falencia do mirc , ainda temos o famigerado MSN, AIM , ICQ e outros instant messengers da vida nos quais você ainda consegue conhecer uma pessoa ou duas que realmente valham a pena.

mircao

Terceira coisa: Jogos online

Outra maravilha que só pode ser implementada com a internet, antigamente nós tinhamos os bons e velhos video-games que alegravam nossos dias , tudo bem dava para jogar com outras pessoas mas normalmente só mais um amiguinho. Então imaginem vocês a minha surpresa ao entrar em uma sala de jogos online de Diablo um  com mais QUATRO pessoas, isso mesmo, “OMG ISSO É MUITO MALIGNO QUATRO PESSOAS JOGANDO AO MESMO TEMPO QUE FODA” . Obviamente as conexões eram porcas e  a gente não conseguia realmente jogar juntos, por que todo mundo ficava lagado então era mais bate-papo do que qualquer outra coisa, mas mesmo assim era bate-papo NO JOGO. Depois disso conheci o Ultima Online que apesar das propagandas nerdisticas dos meus amigos nunca consegui jogar. Então finalmente um dia me apresentaram o ragnarok online, os pcs já eram melhores, as conexões também e agora você realmente jogava junto, montava guilds e o melhor de tudo, matava os outros. Acredite companheiros, uma vez que você sentir o gosto do sangue virtual, nunca mais vai parar, você vai caçar os outros noobs para saciar sua psicose e por ai vai. No final das contas , alem da L.E.R que eu adquiri jogando Ragnarok online eu também consegui um otimo grupo de amigos que joga junto até hoje todo tipo de porcaria.

noob

Quarta Coisa: MP3 , Filmes , Animes e Séries

Na minha opinião, alguem que não faz total proveito da sua internet poderia muito bem ficar indo para a lan-house. É incrivel a quantidade de portas curturais que a internet me abriu, desde conhecer novas músicas a assistir palestras e documentários de todos os tipos, sem falar nos filmes e séries que baixo as pencas com tanto afinco. Provavelmente sem internet eu nunca ia saber o poder dos animes, talvez depois de alguns milênios sendo torturado na Tv Globinho, nem assistir documentários que você não vai achar em lugar nenhum na tv, como o “Muito além do cidadão Kane” ou o “Inimigos da Razão” do Richard Dawkins, e várias outras coisas que eu nunca teriva visto sem a ajuda da boa e velha internetz.

brains

“Primeiro Day of the Dead povo, você não encontra mais por ai”

Então isso é algumas coisas claro que sempre tem os trabalhos da escola e facul e todo mundo tem uma coisa diferente que a internet mudou na vida da pessoa. Ficaremos felizes de ler os comentários.