Categoria Social

Christiane F.


Calma, calma..não vou fazer um post falando do clássico filme da década de 70, mas sim irei atualizar os leitores sobre a verdadeira Christiane que está viva e morando na Alemanha.
Bem, o que aconteceu é que a Chris, hoje com 46 anos, parece ter recaído novamente, ou seja, ela voltou às drogas segundo os jornais alemães. E esse fato tem sido confirmado, pois ela perdeu a guarda de seu filho de 11 anos e voltou a freqüentar lugares que são pontos de venda de droga além de retomar contato com várias pessoas da época em que se drogava muito.
Isso é uma pena, pois ela estava muito bem só que tinha muito medo de ter uma recaída e ao que parece aconteceu, no entanto só podemos desejar que ela consiga superar mais essa e volte a ter sua vida normal de volta, não é?

Preconceito: Uma realidade


Nos tempos atuais é até uma ofensa se ouvir que alguém foi impedido de realizar qualquer ato simplesmente por causa da cor de sua pele ou de sua raça, no entanto ainda é uma realidade que muitos brasileiros convivem diariamente. A sociedade aprendeu a classificar os cidadãos baseados na cor de sua pele o que é absolutamente inaceitável, uma vez que todo o mundo sofreu uma mudança só que a principal mudança não ocorreu que foi a mudança de pensamento!
É inaceitável termos que viver com a criação de uma lei específica para o preconceito já que temos uma Carta Constitucional tão clara onde diz que todos são iguais! É inaceitável ter que ver alguém não ser escolhido para desempenhar qualquer função só porque ele tem uma tonalidade de pele diferente, não concordam?

E para piorar temos um governo que cria medidas que acham que vão amenizar o preconceito, mas muito pelo contrário acabam fazendo com quê ele cresça e consuma ainda mais a mente das pessoas, pois como é que um sistema de cotas vai favorecer o fim do preconceito ou qualquer outro problema do país? Não há como, pois a partir do momento que criamos facilidades para determinadas pessoas baseados na cor da pele, estamos fazendo preconceito! Sim, estamos sendo preconceituosos, pois estamos afirmando que aquelas pessoas são menos capazes do que as outras que possuem certa tonalidade de pele. Só que o preconceito não acaba por aí, ele também se manifesta quando a opção sexual de alguém não é aquela que a sociedade elegeu como o comportamento padrão que todos devem seguir.
Agora me respondam: Se temos liberdade de expressão, qual a razão de olhar diferente para outras pessoas por usarem essa liberdade? Não é hipocrisia da nossa parte agir assim? Bem, eu acho que é e isso não vai mudar com medidas governamentais. A possibilidade disso mudar é partir de um processo de melhoria da cultura da população, um processo de aprendizado! Assim, poderemos chegar a aprender um pouco mais sobre o quê significa igualdade!

Para quem quiser ler um pouco mais eis o número da Lei do Preconceito: 7.716/89

União Estável: Relação Homoafetiva


O termo união estável é conhecido de praticamente todos nós, pois podemos não falar exatamente assim, mas sempre tem alguma indicação como, por exemplo, “juntar os trapos”. Bem, mas não é sobre a União Estável comum que eu irei decorrer nesse post e sim sobre outra União Estável que era ignorada pela sociedade: A União Estável na Relação Homoafetiva!

A sociedade evoluiu muito e hoje em dia o conceito de família mudou com ela, pois anteriormente a idéia de se construir uma família era simplesmente para fins de procriação, ou seja, dar continuidade à espécie. Por isso, enxergava-se que a família só poderia ser formada por duas pessoas do sexo oposto desse modo admitindo somente o casamento e reconhecendo a família de casais heterossexuais. Só que a evolução faz parte da humanidade e novos conceitos foram sendo tomados, formados e reavaliados e, baseados, nessa evolução é que está na hora do mundo começar a enxergar a existência e legitimidade da relação homoafetiva, pois não se pode mais fechar os olhos e agir como se isso não existisse, pois desse jeito seria também uma afronta a Lei Maior brasileira, nossa Constituição Federal:

“Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:”

A Desembargadora do Rio Grande do Sul, Dra. Maria Berenice Dias, defende o reconhecimento da União Estável na Relação Homoafetiva com o argumento que o “afeto merece ser visto como uma realidade digna de tutela”. E ela está correta, pois hoje em dia o que une as pessoas não é o desejo de dar continuidade à raça humana e sim o afeto, a simples companhia, a cumplicidade. Isso é que deve ser visto como condição para se reconhecer uma família, uma união estável e, dessa forma, garantindo a legitimidade já clara da relação homoafetiva uma vez que se a igualdade é um de nossos Princípios Fundamentais, qual a razão de fecharmos os olhos para tal situação? Para essa realidade?

Os motivos devem ser vários, mas creio que os principais são o medo e a hipocrisia, dois fatores abundantes na nossa sociedade e que impedem muitas vezes que aconteça uma evolução que é muito necessária na sociedade, enfim esse discurso é para outro post, pois aqui estamos falando da Relação Homoafetiva. Bem, ela sendo pública, notória, tendo o AFETO, não há razão ou motivo para quê ela não seja reconhecida, não é? Pois bem, não irei me estender muito nesse primeiro post que é apenas a introdução de uma série que irei fazer aqui no UNINUNI.

Espero que tenham curtido e se gostaram comentem, pois é importante saber a opinião de vocês! See you!

Apenas um desabafo…


Recentemente constatei alguns fatos tão antigos como o próprio planeta, mas que sempre irão nos surpreender por mais que a gente já esteja escolado na vida e não importando quantas vezes a gente já tenha caído, pois sempre iremos nos surpreender como esses fatos podem ser reinventados e podem fazer com que todo um mundo desabe sobre nossos ombros.
Bem, irei explicar começando com uma simples frase: “FELICIDADE INCOMODA” isso mesmo pessoal, se você está feliz toma cuidado, pois sempre vai existir algumas milhares de pessoas que vão te desejar a maior felicidade do mundo, mas por trás..aiai..só rindo mesmo, basta escolherem um momento de fragilidade seu ou da pessoa que é sua companheira e o tiro é dado! Isso mesmo e lembrem que esse tiro pode vim de mais perto, de onde a gente menos espera e é aí que o jogo está armado, sabia? Pois como é que você sozinho poderá ir contra o comentário de pessoas que se dizem amigas, não é? Bem, você pode ir contra, demonstrando toda sua confiança e o poder que você sabe que possui e isso fará com quê esses invejosos aprendam que lidar contigo não é nenhuma facilidade. E nada do que eles falarem irá atrapalhar a felicidade que você encontrou.

No entanto nem sempre é fácil você fazer isso, pois teremos que lidar com uma mente que já foi muito maculada pela inveja e cobiça dos outros. Isso é o que acaba uma relação, isso é o que destrói tudo aquilo que foi construído e faz com que os sonhos que você se permitiu ter sejam perdidos mais uma vez no vento e você volte a ter medo de se entregar novamente, volte a ter medo de demonstrar que possui sentimentos e que no fundo você realmente não passa de um simples ser humano. É, a verdade dói bastante só que ela também nos faz crescer e nos mostra caminhos que achávamos impossíveis de atravessar e nos concede a força para superar e crescer com cada momento que acontece na nossa vida.

Isso nós aprendemos com o tempo, mas como eu já tinha dito, não importa quantas vezes você já passou por isso e superou, sabia? Sempre vai parecer como a primeira vez e você irá sofrer do mesmo jeito só que a diferença é que sua mente e seu espírito já estão preparados para esse tipo de coisa e você irá lutar com as armas que lhe foram dadas, pois as pessoas que adoram fazer esse tipo de fofoca querem apenas gritar mais alto, querem se sentir poderosas já que no fundo e no fundo sabem o quão são ocas! E sabe como você deve agir? Com toda a postura e classe que lhe for peculiar deixa a entender que se o diálogo que essa pessoa entende é a ironia, que ela fique ciente que nesse jogo e tipo de diálogo você é mestre! 😉

O Banner do Senado…


Não costumo fazer isto, mas vou basicamente “copiar e colar” aqui o texto do blog Contraditoruim.

————————————

Não vou falar mal do Projeto do Azeredo para o Senado anunciar aqui e pagar R$48.000 POR MÊS.

Eu não estou louco. Um banner como este aqui:

bannersenado

Vale R$48.000,00 por MÊS. Todo homem tem seu preço e R$48K no banco me deixariam muito feliz.

De onde veio isso? é o preço que o site www.paraiba.com.br cobrou, ou melhor, RECEBEU do Senado Federal, para expor o banner em sua homepage durante um ano. O contrato atual foi assinado 15/5/2008, mas não é o primeiro. Em 12/4/2007 assinaram um nos mesmos termos, mas custando apenas R$40.000,00 POR MÊS. Pelo visto os custos de manter sites online aumentaram bastante. Pena que não comunicaram ao Bluehost ou ao MediaTemple, onde tenho um servidor dedicado virtual de alta performance por US$500,00 por ano.

Vejam vocês mesmos:

Duvida? Photoshop? Os links estão aqui, para o primeiro contrato e o contrato atual.

Porem, em uma tentativa vã de apagar o passado no melhor estilo Orwelliano, alguém alterou o contrato removendo o termo “MENSAL” dos contratos. Mas o Cache do Google mantém os dados da página antiga.

Curioso é que o tal site é irrelevante. Segundo o Alexa ocupa uma posição de 208.667 no ranking. Se for comparar com outro site qualquer -o uninuni, por exemplo- que ocupa a posição 184.776 entre os sites mais vistos na Internet Mundial, a situação que já cheira mal passa a feder descaradamente. Vejam a diferença:


Notem que nem me dei ao trabalho de comparar com sites de verdade como o UOL, Folha, MeioBit, Estadão. Basta um reles blog para mostrar o quanto essa negociação cheira mal.

Definitivamente este país é uma VERGONHA.

O Blog de Aluguel deu uma pesquisada e descobriu que a empresa responsável pelo domínio paraiba.com.br também é responsável por:

domínio: correspondentejuridico.com.br
domínio: eduardomedeiros.com.br
domínio: efraimmorais.com.br
domínio: efraimorais.com.br

domínio: eradigital.com.br
domínio: falcoesdaserra.com.br
domínio: paraiba.com.br
domínio: ronaldocunhalima.com.br
domínio: william.com.br

Tirem suas próprias conclusões.

Via Contraditorium (com adaptações uninunescas)

——————————

Só para complementar.

Se você não sabe quem é Efraim Moraes, ele é filiado aos Democratas (Ex-PFL… que é Ex- Arena, partido que era único na dtadura militar, não que isso tenha importância) e senador pelo estado da Paraíba (dã) e é o atual 1º secretário do Senad. Sugeriu, em 2005, uma Emenda à Constituição sobre a publicidade das instituições públicas, que limita a publicidade oficial ligada à personalidades públicas. O mais irônico é que, na justificativa do projeto, está escrito o que segue:

“Não deixa de ser revoltante a utilização de escassos recursos públicos em tal finalidade, em um país com tantas carências. A cada ano, aumenta o volume financeiro aplicado em ações de propaganda para divulgar as ações tomadas por diversas administrações, supostamente em favor da sociedade. Por certo, maior benefício social seria auferido se tais somas fossem diretamente aplicadas em serviços públicos essenciais como justiça, segurança, saúde e educação. Pior do que isso, todavia, é ver, como demonstram os escândalos recentes, que os contratos de publicidade são instrumentos utilizados para transferir benesses indevidas aos protegidos dos poderosos de plantão, para acobertar as transações – as mais escusas – entre agentes públicos e privados, drenando recursos públicos escassos que poderiam ter uso mais nobre.”

Foi desmascarado pelos internautas e pelo Google.

Viva a inclusão digital.

Até a próxima.

Cotas Raciais


Uninuni

O sistema de educação brasileira passou por algumas transições nesse novo governo presidencial. Aconteceu uma mudança, mas ela aconteceu, no meu ponto de vista, de forma errônea, já que ela veio de cima para baixo, já que ela começou nas Universidades e não no ensino fundamental que é a base para uma boa e melhor educação. Enfim, não é sobre educação de base que quero falar agora e sim sobre as COTAS RACIAIS.

O sistema de cotas raciais foi empregado para garantir algumas vagas para os negros e índios que residem no nosso país e que almejam conseguir o seu lugar na sociedade através dos estudos e de uma profissão. A intenção de garantir ensino é o mínimo já que o mesmo é assegurado pela nossa Constituição em seu art. 6º:

“Art. 6o São direitos sociais a EDUCAÇÃO, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição”

Até aí não há nenhum problema, correto? ERRADO. Já que eles especificam que são negros e índios, fazem uma segregação dessas raças o que é absolutamente inaceitável por vários princípios constitucionais além de violarem de forma gritante os direitos fundamentais dos cidadãos.

“Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:

IV – promover o bem de todos, SEM PRECONCEITOS de origem, RAÇA, sexo, COR, idade e quaisquer outras formas de discriminação.”

“Art. 5º Todos são IGUAIS perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes”

Que linda nossa constituição, não é gente? Bem, ela é uma das melhores do mundo e uma das menos respeitadas pelo próprio povo, pois como se permite que o sistema de cotas vá ganhando seu espaço e continue colocando na cabeça de nosso povo que ele está correto! Não está gente, pois quem no Brasil pode dizer que não possui sangue negro? Que não possui uma descendência índia? Praticamente ninguém já que nosso país é uma grande mistura de raças e é por isso que é dito que existem vários Brasis dentro do Grande Brasil, ou seja, a diversidade faz parte de nossa herança e de nossa cultura! Além do mais, eu acredito que seja muito fácil se inscrever como negro ou índio no vestibular, no entanto o difícil é se assumir como tal dentro da Universidade, já que lá dentro é fácil dizer: “Sou moreno.”

E outro ponto que não podemos esquecer é que se as cotas são oferecidas para eles, então quer dizer que eles não são tão capazes como as pessoas brancas? Se for isso, alguém me corrige se eu tiver errado, mas não seria racismo? Sim, seria um grande racismo e não adianta falar da condição social, pois aí entraremos em outro debate que tornará as coisas ainda mais longas e complicadas. Dessa forma, vamos nos focar na realidade, nos fatos! Qual a razão dessas cotas terem sido aprovadas? Ao meu ver, apenas para apaziguar os ânimos e fazer uma política de “pão e circo” para que a população esquecesse dos outros diversos problemas que existem no país, já que achar que isso é uma resolução para a educação serviria e ia cair bem no momento, não é?

Então, pessoal vamos pensar que tipo de sistema é esse que não serve para diminuir as desigualdades, mas sim para que se aumente o preconceito existente em cada um de nós já que quando alguém pelo sistema de cotas ingressa na faculdade, mesmo tendo feito menos pontos que outra pessoa, sempre existirá alguém que irá apontar e falar que ele só está ali devido às cotas. Enfim, qual a razão de ser dessas cotas? Não vejo nenhum plausível no momento, elas deveriam ter sido guardadas e utilizadas com mais cautela no futuro. Bem, mas se criaram as cotas para os negros e índios com a desculpa da dívida histórica, então daqui a pouco irão criar as cotas para todos os descendentes de orientais já que passamos pela comemoração dos 100 anos da imigração japonesa, não é?

Até a próxima!

Alcoolemia Zero?!?


Bem, como sabemos já está em vigor no nosso país o que podemos chamar de LEI SECA, pois não se pode mais consumir álcool se você for dirigir. Sim, é uma medida de controle que era necessária devido aos diversos acidentes que têm ocorrido nas rodovias nacionais devido à influência do álcool, no entanto o radicalismo com a qual ela foi empregada atenta diretamente sobre alguns direitos individuais e fundamentais.
Vamos dar uma analisada?
A Lei 11.705/2008 surgiu para alterar os termos do Código de Trânsito Brasileiro, a Lei 9.503/97 e serviu para mostrar alguns fatos que atentam contra os direitos das pessoas:

“II – o caput do art. 165 passa a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 165. Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência:

Infração – gravíssima;

Penalidade – multa (cinco vezes) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses;

Medida Administrativa – retenção do veículo até a apresentação de condutor habilitado e recolhimento do documento de habilitação.

………………………………………………………………………..” (NR)

III – o art. 276 passa a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 276. Qualquer concentração de álcool por litro de sangue sujeita o condutor às penalidades previstas no art. 165 deste Código.

Parágrafo único. Órgão do Poder Executivo federal disciplinará as margens de tolerância para casos específicos.” (NR)”

Pessoal, vamos ser sinceros. O que isso significa? Então, não posso mais sair de um dia de trabalho pesado e ir tomar uma cervejinha para descansar, ver um jornal, comer um tira gosto? Isso tudo eu tenho que fazer em minha casa, pois se fizer fora será uma violação? O que é isso? Cárcere Privado? Não posso mais ter esse direito de relaxar fora da minha casa, pois eu posso ser preso pelo simples fato de cumprir algo que me é garantido pela Constituição Federal que é o Lazer? Eu não compreendo como isso pôde passar e se tornar algo tão radical.
Em 10 dias de vigor da lei foram presos 296 motoristas pela PRF e multou outros 369! Vamos combinar? Qual o teor que indica se você está bêbado ou não? Isso não passa de uma escolha que você deve fazer? Sim, eu entendo que há outras coisas em jogo só que determinar uma lei seca não é solução, pois se ela for do quê serve a Constituição Federal? Será que é para ajeitar um pé de mesa em falso? Suporte de papel? Já que ela vem sendo desrespeitada a todo o momento é algo que eu me coloco a perguntar.
Mas essa lei não é de toda certinha, sabem por quê? Irei mostrar:

“VIII – o art. 306 passa a vigorar com a seguinte alteração:

“Art. 306. Conduzir veículo automotor, na via pública, estando com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior a 6 (seis) decigramas, ou sob a influência de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência:

…………………………………………………………………………………

Parágrafo único. O Poder Executivo federal estipulará a equivalência entre distintos testes de alcoolemia, para efeito de caracterização do crime tipificado neste artigo.”

Espera um pouco aí, se no art. 165 diz que não pode ter nenhum decigrama de álcool por litro, como é que nesse artigo aí em cima determina o número de 06 decigramas? Não acharam estranho? Bem, eu achei a coisa mais estranha do mundo já que um artigo meio que contradiz o anterior.
Não quero me estender muito sobre esse assunto, pois senão o espaço será muito pequeno e ainda assim não irei conseguir expor toda minha indignação acerca desse assunto. Mas quero deixar uma coisa clara: NÃO ESTOU FAZENDO QUALQUER TIPO DE APOLOGIA! Apenas estou aqui como um cidadão brasileiro e tem a liberdade de expressão para falar o que pensa. (enquanto não criarem outra lei que vá nos tirar isso também, não é?)
Só para finalizar, queria que vocês pensassem sobre isso: O controle é necessário, mas sem tanto radicalismo já que se for desse jeito o que nos impede de voltar de vez para a ditadura e perdemos tudo aquilo que foi conquistado?
Ah, comentem pois a opinião de vocês é muito importante.

Zumbis no mundo real


 

Oh não zumbis invadindo o UniNuni!

Pois é as fotos tratam de um evento social popular em grandes cidades conhecido como “Zombie Walk”, ou para os mais fraquinhos em inglês a “Caminhada dos Zumbis”. Consiste basicamente em um monte de gente se fantasiando de zumbis e se encontrando num local e saírem mancando por ai, o evento já é realizado em poucos lugares do Brasil, tanto que esse ano vai ocorrer pela primeira vez no rio dia 02/11, uma nova versão será feita em São Paulo também mas ainda estão decidindo as datas, pra quem quiser saber mais tem duas comunidades no orkut tratando do assunto, Zombie Walk RJ e Zombie walk São Paulo. Queria muito que tivesse uma zombie walk aqui na terrinha, ia ser mor massa no dia de finados também, quem sabe não consigo convencer uma massa a participar? Só me faltava agora ter os contatos… Gogo manipulação das massas! Participe do Zombie Walk você também… é claro que a diversão é garantida! Afinal, tem coisa mais divertida que participar de uma multidão que manca e geme durante alguns KM?

Zombie Walk em Sidney