Categoria Música

Dica de som – Batone


Vou falar seriamente. Eu não gosto dessas novas bandas novas. É preconceito memso, porque pra mim todas tem a mesma sonoridade, a mesma batida, o mesmo tudo.

Então outro dia estava pensando sobre isso e lembrei de uma música de um cara chamado “Batone” que diz “Se acha a fórmula, satura”.

E de fato é bem isso. Quando um gênero começa a fazer sucesso, todos mundo começa a seguir na rabeta, seguindo a mesma fórmula e, por isso fica tudo igual (como eu disse ali um pouco mais acima).

Mas aí você pergunta: “Quem diabos é Batone”? (ou talvez não tenha perguntado, mas não tem problema, eu perguntei por você)

Batone é um cantor/compositor/prof° de filosofia/Prof° de Artes Cênicas que fez um dos trabalhos mais interessantes que eu vi nos últimos tempos (e olha que eu gostar de algo de primeira eh bem dificil, geralmente eu preciso ouvir umas três ou quatro vezes até me acostumar com a ideia). Seu cd, Lixo Extraordinário (2007), não dá pra dizer que é rock, porque nele tem rock, samba, tango, etc. Tudo embasado com letras que te fazem pensar e se perguntar “por que eu nunca pensei nisso antes?”

É uma coisa bem experiemental.

Alias, esta música que citei no começo do post se chama “amarelo quase roxo” e eu achei o que me parece um pseudo-clipe dela no youtube.

Mas também achei vídeos do próprio Batone cantando “Acidente na rua Prof° Azevedo Marques” só no voz e violão, um acústico caseiro.

http://www.youtube.com/watch?v=tvAxkNDxtNY

Por azar, a música que mais gosto dele “My Heart Now Is Rock” não achei de maneira fácil em lugar algum. Só no site oficial do disco onde, aliás, você pode ouvir música por música do CD, Baixar músicas em separado ou baixar o CD completo.

Batone é cantor/compositor e faz sósia do Wolverine nas horas vagas.

Aconselho a quem se interessar a baixar o cd completo, porque todas as músicas são muito diferentes uma das outras. Então, se você for se guiar só por uma, acaba ouvindo apenas uma parte do que ele tem a dizer.

O link para o site do CD Lixo Extraordinário você encontra aqui.

Até a próxima.

Ludov – Rockzinho Alternativo de alta qualidade


Helloooooowwwww!!!

Bom, como essa é a minha primeira (de inúmeras, assim espero!) aparição por aqui, acredito que uma rápida apresentação sobre mim e sobre como vim parar aqui cairia bem!

Então, vamos por partes! Aqui quem escreve é uma “garota” de vinte e poucos anos, com duas grandes paixões na vida: sétima arte e música…

Como leitora regular desse blog, percebi que aqui se encontrava um pouco de tudo porém faltavam posts sobre música… como eu não sei viver sem música (meus dias sem trilha sonora literalmente não funcionam), resolvi sugerir ao Troile que abrissem espaço no blog para indicações musicais… na falta de outra pessoa disponível para escrever sobre o tema, “voi lá”, cá estou eu!

Enfim, minha intenção é tentar passar aqui boas referências musicais, de vários estilos diferentes (afinal vivemos em uma democracia), mas, basicamente, não vou negar que pretendo indicar aqui bandas, cantores e cantoras dos quais eu gosto, e muito! Já viram, sou tendenciosa mesmo e não nego!

Mas garanto à vocês que tenho bom gosto musical, então pra quem (assim como eu) curte soul music, rock, blues, mpb, indie rock, folk, pop music, black music, etc, etc, etc, estejam certos de que sempre vão achar boas indicações por aqui!

Como diria meu amigo Troile, “buenas”, vamos abrir os trabalhos com uma banda nacional chamada Ludov.

Ludov é uma banda de rock do cenário alternativo nacional, que tem em sua formação Vanessa Krongold (vocal e violão), Mauro Motoki (guitarra, teclado, baixo e vocal), Paulo “Chapolin” Rocha (bateria) e Habacuque Lima (guitarra, baixo e vocal).

O primeiro trabalho da banda foi o EP “Dois a Rodar”, que contém o hit “Princesa”, logo após veio o álbum “O Exercício das Pequenas Coisas” e por último, em 2007, “Disco Paralelo”.

Os integrantes da banda já estão juntos há quase 10 anos, quando formaram o Maybees,

que atraiu atenção do público de rock alternativo.

O Maybees fazia música pop com bastante influência das bandas inglesas mais melódicas dos anos 60 e 90. Cantando em inglês eles lançaram dois discos.

Sentindo que o momento estava mais propício para quem cantava em português, a banda encerrou a carreira como Maybees e abriram mão de todo o repertório, para renascer primeiro como Super-trunfo e finalmente como Ludov (numa citação ao livro A Laranja Mecânica).

Rapidamente a mídia deu apoio e a MTV também passou a veicular os clipes da banda. O que culminou, em 2004, com o vídeo de Ludov sendo indicado para vários VMBs (levando, inclusive, o prêmio de revelação do ano).

Bom, agora que já tracei um rápido histórico da banda para vocês terem idéia do que se trata,posso então partir para algumas considerações sobre o perfil da banda.

Particularmente, considero as letras da banda como sendo o seu traço principal (o ponto forte), pelo menos foi o que me “pegou em cheio”, logo na primeira audição.

As composições do Ludov retratam sentimentos comuns, encontros e desencontros, decepções, amores e desamores, situações de fácil identificação que criam uma certa familiaridade com o que se está ouvindo. Quanto a musicalidade, posso dizer que o som da banda é um rockzinho muito gostoso de se ouvir, é um som fácil, leve (para ser ouvido a qualquer hora), despretensioso, porém muito marcante… possivelmente depois que você ouvir uma música do Ludov, reconhecerá a sonoridade da banda facilmente em qualquer outra canção do seu repertório, o que não quer dizer que estamos falando de uma banda com musicalidade previsível, mas sim marcante!

Provavelmente quem curte Los Hermanos irá se identificar muito facilmente com Ludov, tanto pela qualidade das letras quanto pela semelhança sonora.

Agora que vocês já são íntimos da banda, já a conhecem desde criancinhas, podemos partir para algumas indicações do repertório, para quem quiser conferir (na verdade, considero todas as músicas do Ludov excelentes, mas aqui tentei separar aquelas que acredito serem as mais marcantes para uma primeira audição), vale muito à pena e eu recomendo, pois se trata de rock nacional de alta qualidade:

1. Princesa (EP Dois a Rodar)

2. Dorme em Paz (O Exercício das Pequenas Coisas)

3. Kriptonita (O Exercício das Pequenas Coisas)

4. Todo Esse Ar (O Exercício das Pequenas Coisas)

5. É só Saudade (O Exercício das Pequenas Coisas)

6. Disco Paralelo (Disco Paralelo)

7. Rubi (Disco Paralelo)

8. Conversas em Lata (Disco Paralelo)

9. Noite Clara (Disco Paralelo)


Vale também conferir o vídeo da música Princesa no Youtube (link abaixo), que ganhou prêmio da MTV no ano de 2004:

Segue mais um pouquinho de Ludov com os vídeos das músicas Kriptonita, Da Primeira Vez e Esquece e Vai Sorrir:


Video: Kriptonita

Video: Da Primeira Vez

Video: Esquece e Vai Sorrir

Buenas, para quem conferiu e gostou dos vídeos e das músicas indicadas, seguem abaixo os links da discografia completa da banda:

* Dois a Rodar (EP)

* O Exercício das Pequenas Coisas (2005)

* Disco Paralelo (2007):

Então, é isso… eu descobri Ludov através de indicação de uma amiga de internet, que me mandou a música Princesa, e foi o suficiente pra que eu me apaixonasse e corresse atrás de todo o material da banda (que estou repassando mastigadinho aqui), e logo eu estava ouvindo sem parar!

Em breve trarei alguma outra indicação musical para vocês, aceito pedidos e sugestões também ok?!

Enjoy!!! ^^

O Ébrio


Houve, certa vez, no Rio de Janeiro (quando esta aidna era capital do Brasil) um cantor que com um Lá Sustenido fez quebrar mais de cem taças de vidro.

Este era Vicente Celestino que foi um dos grandes cantores que o nosso querido país já teve.

Aliás, ele é um dos cantores de maior carreira entre os tupiniquins, gravou quase 200 discos, foi ator, compositor, sapateiro, vendedor de peixe, jornaleiro, enfim… eram outros tempos.

Fato é que ele tem como músicas mais conhecidas “Patativa”, “à luz do luar”, porém, acho que seu sucesso maior, é uma música trágica e sofrida cantada por um bêbado.

“O ébrio”(a quem interessar possa, ébrio é o mesmo que bêbado) é uma canção triste de um ser infeliz que chora as amarguras da vida. Foi feito até um filme dirigido pela esposa de Vicente Celestino, Gilda Abreu.

E venhamos e convenhamos. Chega a doer o coração:

“A gente quer saber por que você bebe.”

não sei porquê, mas me identifiquei com a bebedeira.

até a próxima.

A Pimenta e o Sambista


Adoniran Barbosa e Elis Regina – ” Iracema “; “Um samba no Bexiga” e “Saudosa Maloca” – 1978

Passei horas pensando em algo para escrever sobre esses dois gênios.

Mas então me lembrei que uma vez perguntaram ao Rodin “como ele conseguia fazer aquelas esculturas tão maravilhosas?”, e ele respondeu: “Eu simplesmente pego um bloco de pedra e tiro dele tudo o que é sobra.”

Ou seja, não é preciso muita coisa pra explicar a genialidade.

até a próxima.

Banda: Guitar Zeros


Sabem, eu nunca pensei que iria ver isso acontecer, nunca nem passou pela minha cabeça a idéia, mas esses caras executaram e aparentemente ta dando certo. Uma banda chamada Guitar Zeros, o nome já pode até dar uma idéia do que se trata, mas vamos lá, seus integrantes são Ryan no vocal, Xtian na bateria, Junior no CONTROLE BAIXO e Owen no CONTROLE GUITARRA! É isso mesmo, CONTROLE, saca aquele joguinho o guitar hero? São exatamente aquelas mesmas guitarrinhas que eles usam pra tocar suas músicas, o som não ficou ruim, mas não me agradou muito até então, mas o mais legal é que no site deles tem mais umas coisinhas interessantes, como por exemplo um link com um tutorial de como você pode usar os controles do guitarhero pra fazer música, ou uma lista de bares em regiões que disponibiliza o guitarhero como uma espécie de Karaokê e finalmente uma rádio virtual na página principal do Myspace da banda para se conhecer todas as músicas deles.

A banda fazendo pose

Ryan (Vocal)                    Junior (Controle Baixo)

Xtian (Bateria) e Owen (Controle Guitarra)

Eu não sei parar de te olhar!


Eu particularmente acho “Closer” um dos filmes mais legais sobre relacionamento que já foi feito. É um filme onde as relações são tratadas de forma crua, um filme onde é mostrado apenas os momentos mais perigosos dos relacionamentos, sem enrolação, sem tornar mais branda a linguagem do filme em nenhum momento, nenhuma cena de casamento, nenhum “e viveram felizes para sempre”, nada.

Tudo isso, aliás, sendo conduzido ao som de uma das músicas mais tocantes que eu ouvi nos ultimos tempos: “Can’t take my eyes off you“.

Aí vem a Ana Carolina, pega essa pérola, joga aos porcos, e transforma em “Eu não sei parar de te olhar”.

Eu comparo essa versão dela a quando a Banda Nenhum de Nós pegou “Starman” do David Bowie e transformou em “Astronauta de Mármore”… ficou uma coisa bem nada a ver, mas muita gente gostou.

Compare:

Starman – David Bowie

Astronauta de mármore – Nenhum de nós

Mas enfim, porque esse “bla bla bla” todo? É porque eu sei, do fundo da minha alma, que ninguem vai encarar a música da Ana carolina a sério depois de assistir a isto:

Sem mais,

Até a próxima.

Van Canto


Olá pessoas,

Após muitos posts sobre mestres tocando isso ou aquilo, resolvi postar sobre essa banda.

É uma banda de metal, não sei exatamente que tipo de metal.

Essa é a hora que alguns pensam: “Metal??? Eca! Um povo gritando, com um monte de instrumentos fazendo barulho.”

Aí é que está o segredo…

Instrumentos? Quem precisa?

Van canto é uma banda que trabalha especificamente com a voz!

Eles não ficam fazendo “tun,tun,tun,tun” com a boca. É algo extremamente trabalhado.

Catei alguns videos pra vocês verem:

Eles fizeram um cover da música Battery de Metallica:

[Sugiro que escutem a versão original e depois a do Van canto para uma melhor avaliação]

Original:

Van canto:

[Ps:fica melhor com o fone de ouvido!]

Música clássica em copos d’agua…


Nós aqui no UNINUNI já mostramos como a música cria varias vertentes possíveis.

Já mostramos um Piano tocando as  músicas de ZELDA e como Celos tocando Rock’n’roll pode ser sensacional.

Mas usar instrumentos clássicos para tocar músicas diversas é fácil…

Legal mesmo é usar coisas inusitadas para tocar música clássica.

Há outros vídeos no profile do cidadão, e você pode visita-lo clicando aqui.

Mas não antes de conferir o resto do UNINUNI, claro.

Até a próxima.